Visualizações

57

Melhoria do Projeto de Quantificação e Tratamento de Água pela Oxidação do Ferro VI “Rede Esgoto”

Atualmente a população do planeta passou-se por turbulências jamais imaginadas na história, uma pandemia que derrubou os países mais desenvolvidos em um pequeno instante de tempo, irrisório, deixando todos abismados, com medo e sem saber o que fazer, medidas de proteções foram se desenvolvendo, controlando assim a multiplicação de novos casos. A grande maioria das empresas teve que se reestruturar, “novo normal por vir”, deixando rotinas normais, totalmente adaptadas para o momento atual. Muitos perderam empregos, casas, dinheiro, familiares, a esperança, existindo somente o medo em seus corações. Grandes cientistas por todo mundo correm contra o relógio, buscando encontrar uma vacina que acabe com todo pânico envolvido. Nos hospitais, trabalhadores da área, (médicos, enfermeiros, etc.) tomam conta de várias vidas, onde se corre o risco de perde-la, tanto os pacientes quanto os funcionários, (anjos de branco), dando a vida pela vida dos seres humanos que foram infectados. Uma medida para evitar novas pandemias que saiu em pauta, foi a melhoria de saneamento básico, melhorando a qualidade de água potável. O íon ferrato com poucos estudos, mas, muitas comprovações tem um alto poder de tratamento de águas poluídas, dando grande esperança a busca de melhoria de saneamento básico e distribuição de água potável, pelo mundo.       

Melhoria do Projeto de Quantificação e Tratamento de Água pela Oxidação do Ferro VI “Rede Esgoto”

DOI: 10.22533/at.ed.812201112

ISBN: 978-65-5706-681-2

Palavras chave: 1. Esgotos. 2. Célula solar. 3. Célula catódica. 4. Ferro IV. 5. Eletrólise. 6. Rede esgoto. I. Oliveira, Igor Augusto Costa de. II. Martins, Diana Maria Serafim. III. Título.

Ano: 2020

Autores

  • IGOR AUGUSTO COSTA DE OLIVEIRA
  • PROFª DRA. DIANA MARIA SERAFIM MARTINS