Visualizações

8

Reflexões sobre a Arte e o seu Ensino 2

A arte é transformadora, liberta pensamentos, angústias, alegrias, quebra paradigmas, é um espaço de expressão democrático, por isso sua presença na educação é tão relevante.

Através da arte abrem-se caminhos de transformação e de inclusão social. Uma vez que para o homem não basta sua vida individual, sua personalidade, ele busca realizar-se através de um ‘ser social’. São nossos sentidos que fazem a mediação com o exterior, com o social, e são exatamente esses sentidos que são tocados, ou provocados quando em contato com a arte.

Discutir arte nos estabelecimentos de ensino é formar cidadãos mais conscientes de sua atuação em sociedade, mais críticos e também com um senso estético mais apurado.

Esta é a proposta deste livro, abordar discussões sobre práticas pedagógicas relacionadas ao ensino de arte, sobre a experimentação do fazer artístico e como isso reflete na aprendizagem. Devemos considerar que a abrangência das temáticas e linguagens artísticas se faz bem representadas nos capítulos, pois são infinitas as possibilidades de expressão. Teremos então um fio condutor que perpassa a discussão sobre métodos ou técnicas de ensino, mostra o papel de inclusão social que a arte educação nos oferece, na sequência os debates sobre música, dança, teatro, cinema, as artes visuais finalizando com a fotografia. Dentro dessas linguagens podemos encontrar discussões sobre metodologias específicas e práticas aplicadas.

Essa abrangência dos temas nos mostra o quanto necessário é o debate sobre o fazer artístico na escola. Este normalmente é um componente curricular deixado em segundo plano, quando não totalmente negligenciado, em detrimento do ‘saber científico’. Dar consciência da relevância da arte na história é tema urgente entre as pautas da arte educação. É através da arte que conhecemos nossa história, nas representações de quadros, esculturas, da música, mais recentemente do cinema e de tantas outras formas, que sempre estiveram presentes nos livros didáticos de todas as disciplinas.

O que é necessário é que o aluno deixe de conhecer as obras artísticas apenas como ilustração dos livros e passe a fruir estas produções, a se apropriar delas através do estudo de seu contexto, de sua produção e de sua reflexão, como defende Ana Mae Barbosa em sua proposta triangular. Apenas quando há apropriação há conhecimento, se não teremos apenas a informação. Trabalhar a arte como fundamento do ensino é uma das boas maneiras de transformar essa informação, tão abundante atualmente, em conhecimento.

Inspiremo-nos nas novas metodologias aplicadas em escolas de todo o mundo, nas quais a arte é o ponto de partida, e através da interdisciplinaridade conduz os conteúdos dos currículos. Afinal a arte inspira, provoca, transcende, é fenômeno cultural e pode ser entendida como reflexo do mundo, ajudando a compreender e explorar a sociedade e a si mesmo.

Que esta leitura seja agradável, reflexiva e lhe conduza às ações!

Prof.ª Jeanine Mafra Migliorini

Reflexões sobre a Arte e o seu Ensino 2

DOI: 10.22533/at.ed.161182108

ISBN: 978-85-85107-16-1

Palavras chave: 1. Arte – Estudo e ensino. 2. Arte – Filosofia. I. Migliorini, Jeanine Mafra. II. Título. III. Série.

Ano: 2018

Autores

  • ADRIANO MORAIS DE FREITAS NETO
  • ADRIANO MORAIS DE FREITAS NETO
  • ALESSANDRA DA SILVA
  • ALESSANDRA DA SILVA
  • AUGUSTO SEOLIN JURISATO
  • CELI CORRÊA NERES
  • DOMINGOS LOUREIRO
  • EKATERINA EMMANUIL INGLESIS BARCELLOS
  • EKATERINA EMMANUIL INGLESIS BARCELLOS
  • FERNANDA MAZIERO JUNQUEIRA
  • FERNANDA MAZIERO JUNQUEIRA
  • GALDENORO BOTURA JR
  • GINA ZANINI
  • JULIA YURI LANDIM GOYA
  • JULIA YURI LANDIM GOYA
  • LUIZ ANTÔNIO VASQUES HELLMEISTER
  • MARIA ANTONIA BENUTTI
  • MARIA BEATRIZ LICURSI
  • MARIA BEATRIZ LICURSI CONCEIÇÃO
  • MARIA DO CARMO J. PLÁCIDO
  • PATRÍCIA NOGUEIRA AGUENA
  • RAFAEL DE SOUSA CARVALHO
  • RICARDO DE PELLEGRIN
  • RODOLFO NUCCI PORSANI
  • RODOLFO NUCCI PORSANI
  • SÉRGIO TOSI RODRIGUES
  • TERESA ALMEIDA