TERRITÓRIO, IDENTIDADE, LAZER E JOGOS INDÍGENAS PATAXÓ

O objetivo é tratar da luta pelo direito ao território indígena e sua articulação com diferentes manifestações sociais, especialmente o lazer, que pode configurar-se como importante fator de identificação com o território e fortalecer o sentimento de pertencimento dos indivíduos e do grupo. O foco da análise incide sobre o caso do povo indígena Pataxó. O método empregado é o da revisão bibliográfica sobre o tema. Conclui-se que a garantia legal do território desempenha importante papel para a afirmação da identidade cultural daqueles que buscam e reivindicam seus direitos, destacando-se nesse contexto os povos indígenas em razão de sua histórica luta por direitos sobre suas terras. Conclui-se igualmente que as manifestações de lazer podem contribuir para a construção e o “resgate” de uma nova ou renovada identidade cultural e para despertarem o sentimento de pertencimento a um trato de terras, mesmo que muitas vezes ele não se enquadre na categoria de terra originária, como compreendida nos discursos de maior circulação e aceitação na sociedade nacional brasileira.

TERRITÓRIO, IDENTIDADE, LAZER E JOGOS INDÍGENAS PATAXÓ

DOI: 10.22533/at.ed.92518021220

Palavras chave: Lazer, Território, Identidade

Keywords: recreation, territory, identity

Abstract:

The objective is to deal with the struggle for the right to indigenous territory and its articulation with different social manifestations, especially leisure, that can be configured as an important factor of identification with the territory and strengthen the feeling of belonging of the individuals and the group. The focus of the analysis focuses on the case of the Pataxó indigenous people. The method used is the bibliographical review on the subject. It is concluded that the legal guarantee of the territory plays an important role for affirming the cultural identity of those who seek and claim their rights, highlighting in this context the indigenous peoples because of their historic struggle for rights over their lands. It is also concluded that leisure events can contribute to the construction and “rescue” of a new or renewed cultural identity and to awaken the sense of belonging to a land deal, even though it often does not fit into the category of as understood in the discourses of greater circulation and acceptance in Brazilian national society.

Autores

  • Fábio Souza Vilas Boas