EFEITOS DE SENTIDO SOBRE UMA PRÁTICA DISCRIMINADA: A CONSTRUÇÃO DE UMA MULHER MIGRANTE EM REPORTAGEM

O presente trabalho tem por objetivo abordar, mediante estudo de caso, representações que o jornal Diário do Rio Doce, de Governador Valadares (MG) constrói sobre uma brasileira migrante nos Estados Unidos, nos anos 1970. Destaca-se o modo como se representa discursivamente uma prática não aceita socialmente, uma vez que se representa em uma reportagem jornalística uma mulher que se identifica como praticante de striptease. Pelo referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso Crítica, bem como pelos aspectos dos estudos sobre a condição feminina, aborda-se como o discurso pode contribuir na fixação de ideologias que interpelam as práticas sociais aceitas ou não aceitas, referendando, desse modo, as mais aceitas como as que são dominantes no discurso midiático. Percebe-se que o discurso midiático constitui-se de modo a construir identidade e práticas compatíveis com um modo de vida, a partir de um olhar tradicional, masculino, por vezes machista, às atividades de mulher migrante. Com isso, o discurso midiático é perpassado por um dizer que é machista na medida em que, por escolhas e opacidades, fortalece o olhar discriminatório à praticante de striptease.

EFEITOS DE SENTIDO SOBRE UMA PRÁTICA DISCRIMINADA: A CONSTRUÇÃO DE UMA MULHER MIGRANTE EM REPORTAGEM

DOI: 10.22533/at.ed.4092114103

Palavras chave: migração, identidade, representação, discurso, gênero feminino.

Keywords: migration, identity, representation, discourse, female gender.Introdução

Abstract:

The current study aims to approach, through a case study, representations that the newspaper Diário do Rio Doce, from Governador Valadares (MG) builds about a female Brazilian migrant in the United States, in the 1970s. It highlights the way a practice that is not socially accepted is discursively represented, since a woman who identifies herself as a striptease practitioner is represented in a journalistic report. Through the theoretical-methodological framework of Critical Discourse Analysis, as well as aspects of studies on the female condition, how discourse can contribute to the fixation of ideologies that challenge accepted or unacceptable social practices is discussed, thus endorsing the more accepted viewpoints as those that are dominant in media discourse. It is noticed that the media discourse is constituted in order to build identity and practices compatible with a way of life, from a traditional, masculine, sometimes sexist look at the activities of migrant women. Thus, the media discourse is permeated by saying that it is sexist in that, through choices and opacities, it strengthens the discriminatory look at the striptease practitioner.  

Autores

  • Nádia Dolores Fernandes Biavati