COMUNICAÇÃO E CIDADANIA CORPORATIVA: A QUESTÃO DA SUSTENTABILIDADE

No contexto de uma investigação mais alargada sobre como o Grupo Nabeiro entende edesenvolve os seus trabalhos na área do que podemos designar como Cidadania Corporativa(CC) na sua relação com a Comunicação Corporativa (institucional), autonomiza-se edesenvolve-se neste artigo o que se relaciona de uma forma mais específica com o novoempreendimento turístico do referido Grupo em Campo Maior, a Herdade de Adaens, nazona fronteiriça estremenha / alentejana. A questão fundamental a que se pretende darresposta, prende-se com o perceber de que forma as políticas de Responsabilidade Social(Cidadania Corporativa) do grupo se atualizam e consubstanciam na área do Turismo eRestauração - provavelmente a área mais desconhecida das cinco de áreas de negócio doGrupo Nabeiro, e de que forma a comunicação institucional é constitutiva (ou não) desseprocesso.

COMUNICAÇÃO E CIDADANIA CORPORATIVA: A QUESTÃO DA SUSTENTABILIDADE

DOI: 10.22533/at.ed.40921141012

Palavras chave: Comunicação, Cidadania Corporativa, Responsabilidade Social Corporativa, Sustentabilidade, Turismo, Estudo de Caso.

Keywords: Communication, Corporate Citizenship, Corporate Social Responsability, Sustainability, Tourism, Case Study

Abstract:

In the context of a broader investigation on how the Nabeiro Group understands and developsits work in the area of what we can designate as Corporate Citizenship (CC) in its relationshipwith Corporate (institutional) Communication, this article is centered on the aspects that might be seen as in a closer proximity to the new tourist enterprise of the group, the Herdadede Adaens, in Campo Maior, in the area of the portuguese extremadura bordering spain.The fundamental questions to be answered, is how social responsibility policies (corporatecitizenship) of the group are updated and embodied in the area of Tourism and Restoration(probably the most unknown field of the five business areas of the Nabeiro Group), and ifinstitutional communication is constitutive (or not) of this process.

Autores

  • Mafalda Eiró-Gomes
  • Ana Luísa Raposo