Visualizações

45

REDES SOCIAIS E COMUNIDADES DE PRÁTICA

O compartilhamento da informação sempre existiu, mesmo quando a comunicação entre humanos era por sinais. Com a chegada da internet e em específico, a Web 2.0 isso passa a acontecer mais intensamente, através de novos tipos de ambientes interativos, encurtando as distâncias e as divisões do que é local, regional e internacional, eliminando, assim, limites de participação que quebram barreiras sociais, políticas, econômicas e culturais.  Este artigo tem por objetivo elucidar quais são esses ambientes; suas diferenças; os primeiros autores e a aplicação de cada um deles, inclusive no processo de aprendizagem. Artigo extraido do Livro: Redes Sociais Corporativas. Como implementar e aferir resultados.

REDES SOCIAIS E COMUNIDADES DE PRÁTICA

DOI: 10.22533/at.ed.40921141014

Palavras chave: Interação; Aprendizagem; Redes sociais na internet; Comunidades de prática; Gestão do conhecimento.

Keywords: Interaction; Learning; Social networks on the Internet; Communities of practice; Knowledge management.

Abstract:

Information sharing has always existed, even when the communication between humans used to occur through body language.   With the arrival of the Internet and, particularly, Web 2.0, this occurs more intensely, through new types of interactive environments, between what is local, regional and international, thus eliminating limits to the number of participants, which, as a result, breaks social, political, economic and cultural barriers.    This article aims to clarify which environments these are/what these environments are, their differences, and what each one of them is used for , including in the learning process. In addition, it addresses who the authors that first used the terms like ‘virtual communities’ and ‘social networks’ are. Article taken from the Book: Corporate Social Networks. How to implement and measure results  

Autores

  • Luiz Carlos Affonso