Visualizações

6

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA PARA PESSOAS IDOSAS QUE RESIDEM EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE SOCIAL

A fim de observar o atendimento oferecido para pessoas idosas, realizamos duas visitas a uma unidade de saúde, localizada na região metropolitana de Curitiba, para acompanhar grupos de idosos acima de 60 anos que realizavam atividade física na unidade.  Após conhecer a iniciativa, tínhamos como objetivo identificar possíveis falhas no sistema ou aspectos a serem melhorados na execução do programa. Aspectos como a pouca atratividade do programa, a dificuldade de mobilidade de alguns idosos em sua locomoção até a unidade de saúde e a não participação de familiares nas atividades foram alguns dos problemas encontrados. Pesquisas sobre vulnerabilidade social, a pessoa idosa, exercício físico, relação cuidado e cuidador e assistência domiciliar foram essenciais para que pudéssemos fazer recomendações viáveis para a população em questão. Encontramos a necessidade da promoção à assistência domiciliar para que se tivesse maior alcance dos atendimentos, e a importância de incluir o grupo familiar ou rede de apoio desse idoso durante o processo de melhora na qualidade de vida.

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA PARA PESSOAS IDOSAS QUE RESIDEM EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE SOCIAL

DOI: 10.22533/at.ed.30321020912

Palavras chave: Idosos, vulnerabilidade, qualidade de vida

Keywords: Elderly people, vulnerability, quality of life.

Abstract:

For observe the care offered to elderly people, we made two visits to a health unit, located in the metropolitan region of Curitiba, to accompany groups of elderly people over 60 years old who performed physical activity in the unit. After knowing the initiative, we had to identify possible flaws in the system or aspects to be improved in the execution of the program. Aspects like  the low attractiveness of the program, the difficulty of mobility of some elderly people in their locomotion to the health unit and the non-participation of family members in the activities were some of the problems found. Research on social vulnerability, the elderly, physical exercise, care and caregiver relationship and home care were essential so that we could make viable recommendations for the population in question. We found the need to promote home care so there was a greater reach of care, and the importance of including the family group or support network of this elderly person during the process of improving quality of life.  

Autores

  • Thaynara Garcia Gomes
  • Dayara Fermiano Campos
  • Giovanna Silveira Ronqui Souza
  • Luana Silva Machioski