Visualizações

21

Proposta de intervenção para a prevenção de suicídio e comportamentos autolesivos entre crianças e adolescentes de uma escola pública brasileira

O projeto foi desenvolvido para ser aplicado em crianças e adolescentes de uma escola pública de um bairro de Curitiba, Paraná, após a realização de estágio obrigatório em uma Unidade Básica de Saúde - UBS, localizada na mesma região. Entre as principais demandas de saúde mental da UBS em questão, foi percebido alto índice de tentativas de suicídio entre jovens e adolescentes, como também automutilação e lesão autoprovocada. O projeto foi desenvolvido a partir do Arco de Maguerez, que possibilita analisar, teorizar, pensar em soluções e aplicá-las. Pensando na adolescência como um período de oscilações de humor e instabilidade emocional, propôs-se como intervenção o planejamento de cinco reuniões com atividades que tratariam sobre os temas: autoimagem e autoestima, padrão de beleza, relações abusivas e depressão, e por fim a apresentação da Estratégia Borboleta, que é um método para lidar com autolesões. Os encontros teriam como objetivo tratar sobre os temas de forma a incentivar a reflexão, diálogo e união dos adolescentes. Cada tema seria abordado com uma dinâmica diferente, que daria início às conversas e opiniões sobre a temática. Ao final das reuniões almeja-se a sensibilização e compreensão dos adolescentes quanto a importância do cuidado de sua saúde mental, e que é possível buscar ajuda em momentos de dificuldade e sensibilidade emocional.

Proposta de intervenção para a prevenção de suicídio e comportamentos autolesivos entre crianças e adolescentes de uma escola pública brasileira

DOI: 10.22533/at.ed.30321020910

Palavras chave: Suicídio; adolescência; prevenção.

Keywords: Suicide; adolescence; prevention.

Abstract:

The project was developed to be applied to children and adolescents from a public school in a neighborhood of Curitiba, Paraná, Brazil, after completing a mandatory internship at a Primary Health-Care Service (PHCS) in that area. Among the main mental health demand of the PHCS in question, there was a high rate of suicide attempts and self-harm between these kids and adolescents. This project was elaborated from the Arco de Maguerez, a method that makes it possible to analyze, theorize, seek solutions and apply them. Thinking about adolescence as a period of mood swings and emotional instability, it was proposed as an intervention to plan five meetings with activities that would deal with the themes: self-image and self-esteem, beauty standards, abusive relationships and depression, and finally the presentation of the Butterfly Strategy, which is a method for dealing with self-harm. The meetings would aim to address the themes in order to encourage reflection, dialogue and unity among the adolescents. Each theme would be approached with different dynamic, which would initiate conversations and opinions on the theme. At the end of the meetings, the idea is to sensitize and understand the adolescents about the importance of taking care of their mental health, and that it is possible to seek help in times of difficulty and emotional sensitivity.

Autores

  • Gabrielli Ketlyn Ramos Andreani
  • Gabrielle Ecks
  • Geórgia Schubert Baldo
  • Ana Paula Ferreira Gomes