Visualizações

15

CONCEITO E ABORDAGEM DO TEMA LUTAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR COM RELAÇÃO À FORMAÇÃO DOS PROFESSORES - JUIZ DE FORA/MG

O presente estudo teve por objetivo analisar como as lutas foram abordadas na formação inicial dos docentes que se encontram no cotidiano das escolas e como esses sistematizam esse conteúdo nas aulas de Educação Física. A pesquisa foi realizada com cinco docentes  da rede pública da cidade de Juiz de Fora/MG. Utilizamos a entrevista semi-estruturada e para análise dos dados realizamos a análise de conteúdo. Elegemos duas categorias provenientes da análise das entrevistas: 1) o conteúdo lutas na formação inicial - onde buscamos desvelar como foi o contato dos docentes com esse conteúdo na graduação  2) sistematização do conteúdo lutas nas aulas de educação física - buscamos compreender como os docentes sistematizam e abordam os temas sobre as lutas em suas aulas. Concluímos que os docentes tiveram lutas na graduação, porém restrita a uma modalidade com ênfase nos aspectos técnicos e táticos, desta forma alegaram ao concluir a formação inicial não se sentirem preparados para trabalhar este conteúdo. Constatamos que apenas um professor não ministra lutas em suas aulas, os demais trabalham com este conteúdo através de jogos, brincadeiras, conhecimentos advindos dos discentes, vídeos da internet, convidando um especialista, sistematizam o conteúdo pautado nos aspectos conceituais, procedimentais e atitudinais. 

CONCEITO E ABORDAGEM DO TEMA LUTAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR COM RELAÇÃO À FORMAÇÃO DOS PROFESSORES - JUIZ DE FORA/MG

DOI: 10.22533/at.ed.3742120052

Palavras chave: Lutas; Educação Física Escolar; Ensino; Escola.

Keywords: Fights; School Physical Education; Teaching; School.

Abstract:

The present study had as objective to analyze how the struggles were approached in the initial formation of the teachers that are in the daily life of the schools and how they systematize this content in the classes of Physical Education. The research was carried out with five teachers from the public network of the city of Juiz de Fora/MG. We used the semi-structured interview and for data analysis we performed content analysis. We chose two categories from the analysis of the interviews: 1) the content struggles in the initial formation - where we seek to unveil how was the contact of the teachers with this content in the undergraduate 2) systematization of the content struggles in the physical education classes - we seek to understand how the teachers systematize and discuss the topics about the struggles in their classrooms. We conclude that teachers had struggles in graduation, but restricted to a modality with emphasis on technical and tactical aspects, so they claimed upon completion of initial training not feel prepared to work on this content. We find that only one teacher does not minister struggles in his classes, the others work with this content through games, games, knowledge from students, videos of the internet, inviting a specialist, systematize content based on conceptual, procedural and attitudinal aspects.  

Autores

  • ALINE APARECIDA DE SOUZA RIBEIRO
  • LUANA DAS GRAÇAS PINTO PROCÓPIO
  • LUDMILA NUNES MOURÃO
  • AYRA LOVISI OLIVEIRA
  • JEFERSON MACEDO VIANNA