Visualizações

3

Rhythmic Gymnastics Project APAGIN/UTFPR-CP

O Projeto de Ginástica Rítmica APAGIN/UTFPR-CP é um projeto que acontece na Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Cornélio Procópio, para participantes na faixa etária de 4 a 18 anos. Esse projeto proporciona aos acadêmicos envolvidos nas atividades uma relação entre Ensino/Pesquisa e Extensão. A Ginástica Rítmica (GR) é uma modalidade desportiva que permite aos participantes a utilização da criatividade e capacidade física. A metodologia utilizada durante o projeto é composta por atividades práticas, passando por um processo de ambientação nos aspectos referentes ao domínio do corpo, o conhecimento dos aparelhos da GR, as diversas formas de manuseá-los e a percepção rítmica musical. Ao final de cada ano observa-se que há uma evolução de cada participante que praticou as atividades, como melhoria no desenvolvimento do domínio cognitivo, afetivo-social, motor e rítmico. Conclui-se que a Ginástica Rítmica dentro ou fora do contexto da UTFPR-CP pode ser praticada como uma atividade de lazer, bem como contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos participantes.  

Rhythmic Gymnastics Project APAGIN/UTFPR-CP

DOI: 10.22533/at.ed.3742120055

Palavras chave: Ginástica Rítmica. Atividades. Participantes

Keywords: RHYTHMIC. ACTIVITIES. PARTICIPANTS

Abstract:

The Rhythmic Gymnastics Project APAGIN/UTFPR-CP is a project that takes place at the Federal Technological University of Paraná Cornélio Procópio Campus, for participants from 4 to 18 years old. This project provides the academics involved in the activities with a relationship between Teaching/Research and Extension. Rhythmic Gymnastics (GR) is a sport that allows the participants to use their creativity and physical skills. The methodology used during the project is composed of practical activities, going through a process of getting used to the aspects related to body control, the knowledge of the gymnastics equipment, the several ways of handling them, and the rhythmic musical perception. At the end of each year, it is observed that there is an evolution in each participant who has practiced the activities, such as improvement in the development of the cognitive, affective-social, motor, and rhythmic domains. We conclude that Rhythmic Gymnastics inside or outside the UTFPR-CP context can be practiced as a leisure activity, as well as contribute to the improvement of the participants' quality of life.

Autores

  • Daniely Cristiny Lucas reghim
  • Sônia Maria Rodrigues