Visualizações

5

A MELHORA DO DESEMPENHO E A QUEBRA DE RECORDES DOS NADADORES, UM BREVE OLHAR MIDIÁTICO

Introdução: As grandes competições esportivas trazem consigo a ideia do espetáculo esportivo e, junto disso, o atleta como uma figura de ídolo. Mas esse ídolo, esse herói não performa sozinho, ele está sempre acompanhado de tecnologias, como equipamentos, fármacos, conhecimentos científicos e das influências de grandes empresas e da mídia. Através dos conhecimentos científicos e discursos proferidos pelas empresas e pela mídia, o atleta passa a ter uma representação ideológica, sendo atravessado em sua subjetividade.  Objetivo: Analisar se os discursos proferidos pela mídia atribuem a melhora do desempenho e a quebra de recordes aos nadadores ao a tecnologia usada por eles. Método: Foi realizada uma pesquisa documental com a análise de conteúdo baseada em Bardin, que possui três fases: pré-análise, exploração do material e tratamento dos resultados. Foi utilizada a ferramenta Google, pesquisando-se como palavras-chave tecnologia e natação em conjunto, encontrando-se 201 matérias. Links de sites de venda, páginas indisponíveis e canais que não especificavam tecnologias na natação foram descartadas da pesquisa, resultando em 45 documentos para análise. Resultado: Ora as tecnologias eram postas como necessárias, indispensáveis, fundamentais e obrigatórias e ora como ferramenta auxiliar. Observa-se então que todas as matérias agregavam valor e potencialidade à tecnologia e que enquanto que alguns discursos colocaram o atleta como protagonista, outros o viam como o manequim que vai promover a nova tecnologia. Isso desvaloriza o trabalho do atleta e de toda a equipe de profissionais que trabalhou com esse sujeito. Cabe pensar como tais discursos atravessam o atleta, em que lugar ele é posto quando utiliza a tecnologia. Conclusão: Percebe-se que o protagonismo dos atletas são por vezes minimizados em detrimento do desenvolvimento tecnológico. O discurso midiático tem o potencial de fomentar ainda mais essa discussão e, mais do que isso, a própria visão de mundo das pessoas envolvidas com o esporte.

A MELHORA DO DESEMPENHO E A QUEBRA DE RECORDES DOS NADADORES, UM BREVE OLHAR MIDIÁTICO

DOI: 10.22533/at.ed.37421200520

Palavras chave: nadador, tecnologia, mídia, discurso, performance

Keywords: swimmer, technology, media, speech, performance

Abstract:

Introduction: Big sport competitions often gather the notion of a sporting spectacle and, as the center of such event, the athlete as the idol figure. However, the athlete’s participation is not solo, since it is accompanied by technologies, such as equipments, pharmaceuticals, scientific knowledge and the influences of large companies and the media. With scientific knowledge and speeches given by companies and the media, the athlete gains an ideological representation, altering his subjectivity. Objective: To analyze whether the media speeches impute the improvement of performance and the breaking of records to swimmers or to the technology used by them. Method: This study is a documental research with content analysis based on the Bardin method. Through the Google tool, we searched for the keywords “technology” AND “swimming” together, resulting in a total of 201 articles. Following the exclusion criteria, 45 documents remained, which were then analyzed grounded on the kind of influence the technology has on the swimmer’s performance, according to the author. Result: All the reports gave some value to the technology: some writers considered the use of technology necessary, indispensable, fundamental and mandatory to the swimmer, and others saw it as an auxiliary tool. Whilst some speeches placed the athlete as the protagonist, others treated him as the mannequin that will potentially promote a certain technology. This notion understates the work and training of the athlete and the entire team of professionals who worked with him. This study concerns the leverage some discourses put on the athlete and what is his part when employing technologies. Conclusion: It is clear that the role of athletes is sometimes minimized to the detriment of technological development. The media discourse has the potential to further encourage this discussion and, more than that, the very worldview of the people involved in the sport.

Autores

  • Thais Weiss Brandão
  • Friedrich Fleischfresser de Amorim
  • Paulo Penha de Souza Filho