Visualizações

33

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE BACTERIOLÓGICA DE SUCOS DETOX/VERDES

A Brassica oleracea é uma hortaliça com atividade antioxidante utilizada como ingrediente no preparo de sucos “detox”. Em controverso aos benefícios do consumo de sucos “detox” com couve-folha, as condutas de preparo, sanitização ou armazenamento quando não realizadas de forma adequada podem interferir na qualidade microbiológica do alimento. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade bacteriológica de sucos “detox”/verde comercializados no município de Caruaru-PE. Foram analisadas 30 amostras, através da técnica pour plate para contagem de bactérias heterotróficas, por meio da técnica de tubos múltiplos foi investigada a presença de coliformes totais e termotolerantes, e spread plate para identificação de Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa. Todas as amostras analisadas apresentaram um alto número na contagem total de bactérias heterotróficas, bem como a presença de coliformes totais. De acordo com a RDC 331/2019, 30% das amostras analisadas apresentavam índice maior que o permitido para coliformes termotolerantes. Foi identificada a presença de Pseudomonas aeruginosa e de Staphylococcus aureus em concentrações suficientes para produção de toxinas. Conclui-se que as amostras de alimento analisadas podem ser classificadas como uma fonte de risco à saúde pública, visto que foram detectados microrganismos indicadores de contaminação por fezes e material orgânico que comprovam desvios na qualidade higiênico sanitária das amostras analisadas.

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE BACTERIOLÓGICA DE SUCOS DETOX/VERDES

DOI: 10.22533/at.ed.5432101207

Palavras chave: Contaminantes, Dieta saudável, Microbiologia de alimentos, Enterobacter

Keywords: pollutants, Healthy diet, Food Microbiology, Enterobacter

Abstract:

Brassica oleracea is a vegetable with antioxidant activity used as an ingredient in the preparation of “detox” juices. Controversial about the benefits of consuming “detox” juices with kale, preparation, sanitization or storage conducts when not carried out properly can interfere with the microbiological quality of the food. Thus, the present study aimed to assess the bacteriological quality of "detox" / green juices marketed in the municipality of Caruaru-PE. Thirty samples were analyzed using the pour plate technique for counting heterotrophic bacteria, using the multi-tube technique, the presence of total and thermotolerant coliforms, and spread plate to identify Staphylococcus aureus and Pseudomonas aeruginosa were investigated. All samples analyzed showed a high number in the total count of heterotrophic bacteria, as well as the presence of total coliforms. According to RDC 331/2019, 30% of the analyzed samples had an index higher than that allowed for thermotolerant coliforms. The presence of Pseudomonas aeruginosa and Staphylococcus aureus in concentrations sufficient to produce toxins was identified. It is concluded that the analyzed food samples can be classified as a source of risk to public health, since microorganisms were detected that indicate contamination by feces and organic material that prove deviations in the sanitary hygienic quality of the analyzed samples.

Autores

  • Thamyres Samara dos Santos Melo
  • José Samuel de Lima
  • Maria Aduclécia de Lima
  • AGENOR TAVARES JACOME JUNIOR