Visualizações

37

FATORES DE RISCO DO DIABETES GESTACIONAL E AS CONSEQUÊNCIAS AO BINÔMIO MÃE-FILHO NO PUERPÉRIO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

O diabetes mellitus gestacional (DMG), uma hiperglicemia diagnosticada pela primeira vez durante a gravidez, é o problema metabólico mais comum na gestação. O DMG aumenta o risco de desfechos perinatais adversos como a mortalidade e perinatal, abortamento, macrossomia, tocotraumatismo, admissões em UTI, hipoglicemia e hipocalcemia neonatal, icterícia, infecções e malformações congênitas. Objetivos: Objetivo geral é demonstrar os fatores de risco das mulheres grávidas que foram diagnosticadas com diabetes gestacional (DMG) e as consequências ao binômio mãe-filho. Objetivos específicos são: Identificar quais foram os fatores de risco dessa patologia; verificar as consequências ao binômio mãe-filho no puerpério. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura. Resultados: Foram selecionados 12 artigos científicos para compor este trabalho 66% encontrados na SCIELO e 33% na LILACS, cujo país de origem variou sendo 8% dos artigos da Colômbia, 8% de Portugal, 84% de origem brasileira. Discussão: A maioria tinha um ou mais fatores de risco, sendo os principais de idade materna avançada (22%), sobrepeso e obesidade (83%) hipertensão arterial sistêmica (25%) pré-eclâmpsia 24%) antecedentes obstétricos de abortamento de repetição (17%) macrossomia (7%). Considerações finais: É possível ter uma gravidez com DMG sem intercorrências se feito o tratamento de forma adequada, preservando assim a mãe e o feto.

FATORES DE RISCO DO DIABETES GESTACIONAL E AS CONSEQUÊNCIAS AO BINÔMIO MÃE-FILHO NO PUERPÉRIO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA

DOI: 10.22533/at.ed.08321020210

Palavras chave: Diabetes Gestacional. Diagnóstico Diabetes Mellitus Gestacional. Fatores de Risco.

Keywords: Gestational Diabetes. Gestational Diabetes Mellitus Diagnosis. Risk Factors.

Abstract:

Gestational diabetes mellitus (GDM), a hyperglycemia first diagnosed during pregnancy, is the most common metabolic problem in pregnancy. DMG increases the risk of adverse perinatal outcomes such as mortality and perinatal, abortion, macrosomia, tocotraumatism, ICU admissions, neonatal hypoglycemia and hypocalcemia, jaundice, infections and congenital malformations. Objectives: General objective is to demonstrate the risk factors of pregnant women who have been diagnosed with gestational diabetes (DMG) and the consequences for the mother-child binomial. Specific objectives are: To identify the risk factors for this pathology; to verify the consequences for the mother-child binomial in the puerperium. Methodology: This is an integrative literature review. Results: 12 scientific articles were selected to compose this work 66% found in SCIELO and 33% in LILACS, whose country of origin varied being 8% of the articles in Colombia, 8% in Portugal, 84% of Brazilian origin. Discussion: Most had one or more risk factors, the main ones being advanced maternal age (22%), overweight and obesity (83%) systemic arterial hypertension (25%) pre-eclampsia 24%) obstetric history of repeated abortion (17%) macrosomia (7%). Final considerations: It is possible to have a pregnancy with DMG without complications if the treatment is done properly, thus preserving the mother and the fetus.

Autores

  • Kethelem Raphaela Silva do Nascimento
  • Fernanda Ribeiro Aguiar
  • Francisca Luciane Neves de Souza
  • Leidiane Patricia dos Santos Colares
  • Rayana Gonçalves de Brito
  • Suzane Silva dos Santos