Visualizações

8

Implementação do Sistema Erp como Ferramenta de Controle de Estoque

Atualmente empresas, organizações e instituições buscam por redução de custos e eficácia no funcionamento dos processos logísticos com o escopo de alcançar competitividade no cenário global. Para isso, é primordial conhecer e fazer o manuseio de instrumentos para o controle dos estoques. Uma das ferramentas utilizadas é o sistema ERP (Enterprise Resource Planning), software que possui um banco de dados com informações relevantes aos processos gerenciais, produtivos e logísticos, que visa monitorar resultados, diminuir custos operacionais, aumentar a eficiência produtiva, antever cenários e otimizar o gerenciamento de uma organização. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar a execução do processo e aplicação das práticas de gestão e controle de estoque através do sistema ERP. Para tanto, utilizou-se uma revisão literária integrativa, com abordagem qualitativa nas bases de dados da Scientific Electronic Library Online (Scielo), Portal de Periódicos da Capes e Literatura Latino-americana e do Caribe (LILACS). Os resultados deste estudo mostram convergência entre a maioria dos autores, com alguns pontos divergentes, que é normal do ponto de vista crítico acadêmico. Pode-se concluir que o uso da ferramenta ERP, influencia positivamente na gestão de organização de uma empresa, proporcionando aumento da confiabilidade de informações e otimização de atividades. O sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) têm se mostrado como uma ferramenta adequada para solucionar alguns problemas apresentados em empresas dos mais variados ramos. Tais problemas podem ser relacionados como sendo a incompatibilidade entre sistemas, dificuldade de integração e custo de implantação. Diversas empresas têm optado por utilizar os sistemas ERP, não somente para a área de gestão de suprimentos (Supply Chain), mas sim para integrar o sistema da empresa como um todo, envolvendo seus diversos departamentos. Desta maneira, permite-se um maior fluxo de informações, uma melhor administração do tempo e maior lucratividade.

Implementação do Sistema Erp como Ferramenta de Controle de Estoque

DOI: 10.22533/at.ed.5302101043

Palavras chave: Gestão de Materiais, Ressuprimento, Software, Manufatura.

Keywords: Materials Management, Resupply, Software, Manufacture

Abstract:

Atualmente empresas, organizações e instituições buscam por redução de custos e eficácia no funcionamento dos processos logísticos com o escopo de alcançar competitividade no cenário global. Para isso, é primordial conhecer e fazer o manuseio de instrumentos para o controle dos estoques. Uma das ferramentas utilizadas é o sistema ERP (Enterprise Resource Planning), software que possui um banco de dados com informações relevantes aos processos gerenciais, produtivos e logísticos, que visa monitorar resultados, diminuir custos operacionais, aumentar a eficiência produtiva, antever cenários e otimizar o gerenciamento de uma organização. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar a execução do processo e aplicação das práticas de gestão e controle de estoque através do sistema ERP. Para tanto, utilizou-se uma revisão literária integrativa, com abordagem qualitativa nas bases de dados da Scientific Electronic Library Online (Scielo), Portal de Periódicos da Capes e Literatura Latino-americana e do Caribe (LILACS). Os resultados deste estudo mostram convergência entre a maioria dos autores, com alguns pontos divergentes, que é normal do ponto de vista crítico acadêmico. Pode-se concluir que o uso da ferramenta ERP, influencia positivamente na gestão de organização de uma empresa, proporcionando aumento da confiabilidade de informações e otimização de atividades. O sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) têm se mostrado como uma ferramenta adequada para solucionar alguns problemas apresentados em empresas dos mais variados ramos. Tais problemas podem ser relacionados como sendo a incompatibilidade entre sistemas, dificuldade de integração e custo de implantação. Diversas empresas têm optado por utilizar os sistemas ERP, não somente para a área de gestão de suprimentos (Supply Chain), mas sim para integrar o sistema da empresa como um todo, envolvendo seus diversos departamentos. Desta maneira, permite-se um maior fluxo de informações, uma melhor administração do tempo e maior lucratividade.

Autores

  • Anderson da costa pereira
  • Fabiana Rocha Pinto