Visualizações

1

análise ergonômica de trabalhadores em uma empresa frigorífica situada na zona norte de manaus, amazonas

A ergonomia é um campo de estudo que define as condições de trabalho, melhorando a saúde individual do trabalhador, assim como sua segurança, conforto e a sua produtividade. A ergonomia no Brasil é orientada pela Norma Regulamentadora 17. Esta norma determina padrões para adequar o ambiente de trabalho às condições psicofisiológicas do colaborador, proporcionando conforto, autoestima e desempenho eficiente para o mesmo. Portanto, para buscar conhecer essa problemática, este estudo tem como principal objetivo, realizar uma análise ergonômica de trabalhadores em uma empresa frigorífica situada na zona norte de Manaus, Amazonas. E para tal, delineou-se a metodologia de pesquisa-ação, de natureza descritiva e de abordagem qualitativa. Realizou-se anotações sobre as posições ergonomicamente desfavoráveis, observados em 20 funcionários envolvidos nas atividades de transporte de caixas com produtos, no processo de desosso de peças de carne, na embalagem e por fim, na organização dos produtos para venda, durante 7 dias. Observou-se que os funcionários, não utilizam nenhum equipamento para auxiliá-los durante o processo de descarregamento das mercadorias, pois precisam subir e descer do caminhão segurando as caixas nas costas, correndo o risco de torções, quedas e problemas de coluna pela intensidade e constância dos movimentos. Durante o corte das peças, notou-se que as alturas dos ganchos não são dimensionadas adequadamente para altura dos trabalhadores, os forçando a elevações excessivas dos braços e ombros, não mantendo a coluna ereta. Outro fator crítico foi a ausência das boas práticas de fabricação a fim de assegurar as condições sanitárias básicas. Com base nas observações, os trabalhadores da empresa frigorífica apresentam sérios riscos ergonômicos e sanitários, estando propensos a desenvolver diferentes tipos de lesões por esforço repetitivo e distúrbios osteomusculares. Portanto, é importante que sejam corrigidos pela empresa responsável a fim de resguardar não apenas a saúde e qualidade de vida dos seus funcionários, como também da população que consome seus produtos.

análise ergonômica de trabalhadores em uma empresa frigorífica situada na zona norte de manaus, amazonas

DOI: 10.22533/at.ed.53021010465

Palavras chave: qualidade de vida, saúde do trabalho, doenças ocupacionais

Keywords: quality of life, occupational health, occupational diseases

Abstract:

Ergonomics is a field of study that defines working conditions that improve individual health, safety, comfort and productivity of the worker. Ergonomics in Brazil is guided by Regulatory Standard 17. This norm determines standards to adapt the work environment to the employee's psycho-physiological conditions, providing comfort, self-esteem and efficient performance. Therefore, in order to get to know this problem, the main objective of this study was to perform an ergonomic analysis of workers in a meat packing plant located in the north zone of Manaus, Amazonas. For this purpose, the methodology of action research, of descriptive nature and qualitative approach was outlined. Notes were made on the ergonomically unfavourable positions observed in 20 employees involved in the activities of transporting boxes with products, the process of disposing of meat pieces, packaging and organising the products for sale for 7 days. It was observed that the employees do not use any equipment to assist during the unloading process of the goods because they have to get on and off the truck, holding the boxes on their backs, running the risk of twists, falls and back problems due to the intensity and constancy of the movements. During the cutting of the pieces, it was observed that the height of the hooks, not properly dimensioned for the height of the workers, forcing them to excessive elevation of the arms and shoulders, not keeping the column erect. Another critical factor was the absence of good manufacturing practices in order to ensure basic sanitary conditions. Based on the observations, workers in the refrigeration company present serious ergonomic and sanitary risks and are prone to develop different types of repetitive strain injuries and osteomuscular disorders. Therefore, it is important that they are corrected by the responsible company in order to safeguard not only the health and quality of life of its employees, but also the population that consumes its products.

Autores

  • Maria Francisca Pimentel Duque
  • Fabiana Rocha Pinto