Visualizações

1

PROGRESSO TÉCNICO INDUZIDO E A RELAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO CRESCIMENTO

O presente artigo investiga as variáveis que permeiam o progresso técnico induzido e o seu impacto no crescimento econômico. Utiliza-se a teoria clássica do progresso técnico induzido e modelos de crescimento econômico construídos com base em identidades das contas nacionais e aplicados a dados empíricos. O objetivo deste artigo é interpretar os efeitos do progresso técnico induzido sobre as participações relativas de capital e trabalho e identificar os padrões de progresso técnico por meio da Relação de Distribuição Crescimento. A análise do padrão de progresso técnico mostrou-se um valioso instrumento para interpretar os caminhos do crescimento econômico. Verificou-se que os capitalistas tendem a defender as suas taxas de lucro e adotar novas técnicas viesadas aveconomizar trabalho sempre que os custos trabalhistas elevarem-se em relação aos custos totais. Contatou-se que o progresso técnico com padrão Marx-viesado esteve presente em países industrializados e em países em desenvolvimento. Os resultados consistentes com esse padrão de progresso técnico revelaram que a produtividade do trabalho e a taxa de salário real tendem a aumentar na mesma velocidade. Segundo este padrão a taxa de lucro é determinada pela técnica utilizada e pela distribuição do rendimento, de tal modo que a técnica será escolhida apenas se a taxa de lucro esperada for maior que a taxa de lucro atual, dada a taxa de salário real.

PROGRESSO TÉCNICO INDUZIDO E A RELAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO CRESCIMENTO

DOI: 10.22533/at.ed.15518201210

Palavras chave: Crescimento econômico. Relação de Distribuição Crescimento. Progresso técnico induzido. Teoria clássica.

Keywords: Economic growth, Growth Distribution Schedule, Induced technical change. Classical theory.

Abstract:

The present article investigates as variables that permeate the induced technical change and its impact on economic growth. We use a classical theory of technical change and economic growth models based on national account identities and applied to empirical data. The purpose of this article is to interpret the effects of induced technical change on capital and labor stakes and to identify patterns of technical change through the Growth Distribution Schedule. An analysis of the technical change pattern has proven to be a valuable tool for interpreting the paths of economic growth. It has been found that capitalists tend to advocate as their profit rates and father new techniques biased to save labor even though labor costs rise in relation to total costs. Technical change with the Marx-biased pattern was reported to have been present in both industrialized and developing countries. The results consistent with this pattern of technical change have revealed that labor productivity and the real wage rate tend to increase at speed. According to the standard, a rate of profit and a measure of the technique used and the distribution of income, such that it is technical, is only an expected rate of profit for greater than the current rate of profit, given the real wage rate.

Autores

  • Ediane Canci