Visualizações

9

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DA ESPÉCIE Capparis flexuosa L. E O SEU USO EM GEL

Entre as inúmeras espécies vegetais de interesse medicinal, que despertam a importância na produção de fitoterápicos, encontra-se a Capparis flexuosa L., conhecida popularmente como feijão bravo, pertencente ao bioma caatinga. Possui valor nutricional para os animais, sendo utilizada em bovinos, caprinos e ovinos para abrir o apetite do animal e baixar a febre, além de apresentar atividade antimicrobiana. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antioxidante da espécie e o seu uso em gel, visando o desenvolvimento de uma formulação magistral para futuras aplicações como cicatrizante. Obteve-se essa análise por meio da prospecção fitoquímica, determinação do teor de compostos fenólicos, teor de flavonoides totais, captura do radical DPPH e preparação do gel com extrato etanólico do vegetal. A prospecção dos constituintes químicos das folhas de C. flexuosa mostraram a presença dos principais compostos que caracterizam a atividade antioxidante e foi possível comprovar pelo método de DPPH que há atividade antioxidante na amostra analisada, além de demonstrar um resultado significativo de teor de compostos fenólicos e teor de flavonoides totais na espécie, corroborando com a atividade antioxidante da amostra vegetal. O gel com extrato etanólico de C. flexuosa L. a 0,5% se manteve estável em relação ao aspecto, cor, odor, densidade e pH. A formulação se caracteriza como promissora para o desenvolvimento de um produto fitoterápico para futuras aplicações como cicatrizante pela composição química da espécie vegetal ser rica em compostos fenólicos.

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DA ESPÉCIE Capparis flexuosa L. E O SEU USO EM GEL

DOI: 10.22533/at.ed.6482020111

Palavras chave: Capparis flexuosa. Antioxidantes. Composição de medicamentos.

Keywords: Capparis flexuosa. Antioxidants. Composition of medicines.

Abstract:

Among the numerous plant species of medicinal interest, which arouse the importance in the production of herbal medicines, is the Capparis flexuosa L., popularly known as wild beans, belonging to the caatinga biome. It has medicinal value for animals, being used in cattle, goats and sheep to open the appetite of the animal and lower fever, besides presenting antimicrobial activity. The present work aimed to evaluate the antioxidant activity of the species and its use in gel, aiming at the development of a masterful formulation for future applications as a healing. This analysis was obtained through phytochemical prospection, determination of phenolic compound content, total flavonoid content, DPPH radical capture and gel preparation with ethanol extract from the vegetable. The prospection of the chemical constituents of C. flexuosa leaves showed the presence of the main compounds that characterize antioxidant activity and it was possible to prove by the DPPH method that there is antioxidant activity in the analyzed sample, besides demonstrating a significant result of phenolic compound content and total flavonoid content in the species, corroborating the antioxidant activity of the plant sample. The gel with ethanol extract of C. flexuosa L. at 0.5% remained stable in relation to appearance, color, odor, density and pH. The formulation is characterized as promising for the development of a herbal product for future applications as a scarring by the chemical composition of the plant species being rich in phenolic compounds.

Autores

  • Andressa Bruna Silva Monteiro
  • Karwhory Wallas Lins da Silva
  • Renan José Gonzaga Cordeiro Pitanga
  • Amanda Lima Cunha
  • Thiago José Matos Rocha
  • João Gomes da Costa
  • Josefa Renalva de Macêdo Costa
  • Antônio Euzébio Gourlart Santana
  • Aldenir Feitosa dos Santos
  • Saskya Araújo Fonseca