Visualizações

7

Principais interações no uso de medicamentos fitoterápicos

Os produtos de origem natural vêm se apresentando cada vez mais no cenário farmacológico como fitoterápicos, sendo estes medicamentos obtidos de matérias-primas vegetais, que não necessitam retenção de receita para serem dispensados, além de vários serem isentos de prescrição. Além disso, possuem um preço mais acessível quando comparado aos sintéticos. Dessa forma, o uso indiscriminado desses produtos vem aumentando cada vez mais, agravando os casos de interação medicamentosa, que podem alterar e prejudicar a farmacoterapia. Portanto, o trabalho teve como objetivo avaliar as interações medicamentosas da erva de são joão (Hypericum perforatum L.), ginkgo biloba (Ginkgo biloba L.), kava-kava (Piper methysticum Forst) e ginseng (Panax ginseng C. A, Meyer). Foi possível observar que os fármacos que possuem menor índice terapêutico (DL50/DE50) como os antidepressivos, anticoagulantes e ansiolíticos, e ainda os AINES (anti-inflamatórios não esteroidais), estão muito presentes nos casos de interações que podem resultar na redução do efeito ou resultado contrário ao esperado, aumento na incidência de efeitos adversos e no custo da terapia e baixo benefício terapêutico. Sendo assim, o acompanhamento com farmacêutico é essencial para evitar possíveis interações, riscos e efeitos colaterais.

Principais interações no uso de medicamentos fitoterápicos

DOI: 10.22533/at.ed.64820201118

Palavras chave: erva de são joão, ginkgo biloba, ginseng, kava-kava, vegetais.

Keywords: St. John's wort, ginkgo biloba, ginseng, kava-kava,vegetables

Abstract:

Products of natural origin have been presented more and more in the pharmacological scenario as herbal medicines, these medicines being obtained from vegetable raw materials, in which they do not need to retain a prescription to be dispensed, however most of the herbal medicines require medical prescription for dispensation, while others are exempt from prescription and still have a more affordable price when compared to synthetics. Thus, the indiscriminate use of these products is increasing, worsening the cases of drug interaction, which may alter and impair pharmacotherapy. Therefore, the objective of this work was to evaluate the interactions between the herbicide of St. John's Wort (Ginkgo biloba L.), Kava-Kava (Piper methysticum Forst) and Ginseng (Panax ginseng C. A, Meyer ). It was possible to observe that drugs with lower therapeutic index (LD50 / DE50), such as antidepressants, anticoagulants and anxiolytics, and NSAIDs (nonsteroidal anti-inflammatory drugs) are very present in cases of interactions that may result in reduction of the effect or outcome contrary to expectation, increased incidence of adverse effects and cost of therapy and low therapeutic benefit. Therefore, follow-up with a pharmacist is essential to avoid possible interactions, risks and side effects.

Autores

  • Márcia Helena Santos Esteves
  • Betânia de Castro Leite
  • Adriana Maria Patarroyo Vargas
  • Adriane Jane Franco
  • Renata Silva Diniz