Visualizações

2

Descarte de Medicamentos

Os medicamentos são produtos farmacêuticos, tecnicamente obtidos ou elaborados, com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico. Desta forma, faz-se necessário o conhecimento de que um medicamento, além de proporcionar a manutenção da saúde, também pode causar efeito reverso a sua eficácia quando utilizado e descartado de forma inadequada. Com o descarte inadequado poderá prejudicar ao meio ambiente, podendo mudar a forma de existência entre outros seres vivos como plantas e peixes. Essas mudanças ocorrem através da contaminação através do descarte em local não apropriado e pelo conteúdo químico que formulam os remédios. Essas fórmulas químicas podem, ainda, sofrer interações com outros tipos de medicamentos e também com composições de materiais de diversos tipos que são descartados de forma inadequada no meio ambiente, e causar ainda mais danos ao ambiente. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi verificar a forma correta de descarte de medicamentos, em conformidade com a biossegurança, com auxílio de uma revisão de literatura. Constata-se a falta de informação quanto ao procedimento de descarte de medicamentos não utilizados ou vencidos. Com isso, muitas vezes, a população faz o descarte em lixo doméstico ou água corrente, uma vez que não conhecem o modo correto de descarte, causando danos que acarretam ao impacto ambiental. Os medicamentos possuem prazo de validade e ao expirar, deve-se realizar o seu descarte corretamente, levando-o em ponto de coleta mais próximo de serviço da saúde, para que haja o descarte de maneira adequada sem prejudicar o meio ambiente. Ainda, deve-se investir de forma eficaz na conscientização da população quanto a devolução de sobras de medicamentos a locais apropriados de coletas como os postos de saúde.

Descarte de Medicamentos

DOI: 10.22533/at.ed.64820201112

Palavras chave: Medicamentos. Meio ambiente. Saúde.

Keywords: Medication. Environment. Health.

Abstract:

Medicines are pharmaceutical products, technically obtained or elaborated, for prophylactic, curative, palliative or diagnostic purposes. Thus, it is necessary to know that a drug, in addition to providing health maintenance, can also cause a reverse effect to its effectiveness when are inappropriately used and disposed. With improper disposal it can harm the environment, changing the existence way among other living beings such as plants and fish. These changes occur through contamination through disposal in an inappropriate place and by the chemical content that formulate the medicines. These chemical formulas can also suffer interactions with other types of drugs and also with compositions of materials of different types that are improperly discarded in the environment, and cause even more environmental damage. Thus, the objective of this study was to verify the correct way to dispose of drugs, in accordance with biosafety, with a literature review. There is a lack of information on the procedure for disposing of unused or expired medicines. As a result, the population often disposes of it in household waste or running water, since they do not know the correct way to dispose of it, causing damage and environmental impact. The drugs have an expiration date and when they expire, they must be disposed of correctly, taking them to the collection point closest to the health service, so that they can be properly disposed without harming the environment. Still, one must invest effectively in making the population aware of the return of medicine remnants to appropriate collection sites such as health centers.

Autores

  • Alessandra Rigotti Menezes
  • Midory Maria Sato Silva
  • Luciene Patrici Papa