Visualizações

5

COMPOSIÇÃO DE BORBOLETAS FRUGÍVORAS (LEPIDOPTERA,NYMPHALIDAE) EM ÁREAS URBANA E RURAL DO MUNICÍPIO DE MANDAGUAÇÚ - PARANÁ - BRASIL

Borboletas frugívoras foram amostradas em dois fragmentos de área urbana e dois fragmentos de área rural no município de Mandaguaçú, localizado na região sul do Brasil. As coletas realizadas durante seis meses utilizaram armadilhas Van Someren-Rydon com um esforço amostral de 48 horas/mês por local visando determinar a riqueza, abundância e diversidade das borboletas frugívoras (Nymphalidae). Coletamos 256 borboletas no total, registrando 35 espécies com estimativa para 41,67. Biblidinae foi a subfamília mais rica e Satyrinae a mais abundante. O fragmento rural 2 se mostrou estatisticamente mais rico, abundante e diversificado em relação aos outros fragmentos, talvez por se encontrar mais afastado do centro urbano e sofrer menor influência de fatores bióticos, abióticos e antrópicos. A variação na comunidade de borboletas frugívoras confirmou a sensibilidade das mesmas em relação às mudanças ambientais mostrando-se como indicadores biológicos promissores.

COMPOSIÇÃO DE BORBOLETAS FRUGÍVORAS (LEPIDOPTERA,NYMPHALIDAE) EM ÁREAS URBANA E RURAL DO MUNICÍPIO DE MANDAGUAÇÚ - PARANÁ - BRASIL

DOI: 10.22533/at.ed.3992001102

Palavras chave: Borboletas frugívoras, inventário, diversidade.

Keywords: Fruit-feeling butterflies, inventary, diversity.

Abstract:

Fruit-feeding butterflies were sampled in two urban fragments and two rural fragments in the county of Mandaguaçu, located in the south of Brazil. The samples made during six months used Van Someren-Rydon traps with a sampling effort of 48 hours / month by site in order to determine the richness, abundance and diversity of fruit-feeling betterflies (Nymphalidae). We collect 256 individuals in total, accounting for 35 species with estimate to 41.67. Biblidinae being the richest subfamily and Satyrinae the most abundant. The rural fragment 2 was statistically richer, more abundant and more diversified than other fragments perhaps because it is furthest from the urban center and suffers less influences of biotic, abiotic and anthropogenic factors. The variation in the community of fruit-feeding butterflies confirmed the sensitivity of those in relation to environmental changes showing up promising biological indicators. 

Autores

  • Luiz Eduardo Grossi
  • Helio conte