Visualizações

6

ASSOCIAÇÃO EM REDE DE PEQUENAS EMPRESAS FARMACÊUTICAS EM PORTO VELHO, RONDÔNIA: ESTRATÉGIAS DE SOBREVIVÊNCIA

 O objetivo deste estudo é caracterizar a competitividade das organizações farmacêuticas da região Norte do Brasil, especificamente na cidade Porto Velho, Rondônia, por meio da formação de redes de negócios e a capacidade de inovação dessas organizações. Para dar conta deste objetivo foi realizado uma pesquisa de campo com enfoque descritivo e os dados foram coletados através de aplicação de questionário e analisados de forma qualitativa. Identificou-se que todas as empresas da rede pesquisada realizam planejamento estratégico, mas que este não é consenso estre todos os gestores. Também se verificou que 56% dos gestores concordam e compreendem o objetivo estratégico e 55% dos gestores visualizam oportunidade como vantagem de custo, qualidade, flexibilidade e inovação. O principal resultado foi que as pequenas empresas que atuam em redes são reativas ao mercado e sua principal estratégia é de sobrevivência e não de crescimento. É bastante relevante saber que os empresários têm consciência das oportunidades do mercado, mas suas estratégias são mais para sobreviver do que apara aproveitar as oportunidades antes de seus concorrentes. Com isto, este estudo avança na área de conhecimento pois elucida que só o fato de se associar em rede não garante sucesso para as pequenas empresas. Este resultado abre caminho para que novos pesquisadores busquem entender o que impede as pequenas empresas, que operam em redes de negócios, de elaborarem suas estratégias de forma agressiva e em busca de crescimento.

ASSOCIAÇÃO EM REDE DE PEQUENAS EMPRESAS FARMACÊUTICAS EM PORTO VELHO, RONDÔNIA: ESTRATÉGIAS DE SOBREVIVÊNCIA

DOI: 10.22533/at.ed.0472023094

Palavras chave: Redes de Farmácias. Estratégias. Planejamento.

Keywords: Associativism. Pharmacy Networks. Strategies. Planning.

Abstract:

objective of this study is to characterize the competitiveness of pharmaceutical organizations in the Northern region of Brazil, specifically in the city of Porto Velho, Rondônia, through the formation of business networks and the innovative capacity of these organizations. In order to account for this objective, a field survey was conducted with a descriptive approach and the data were collected through a questionnaire and analyzed in a qualitative way. It was identified that all the companies of the researched network carry out strategic planning, but that this is not consensus all the managers. It was also verified that 56% of managers agree and understand the strategic objective and 55% of managers see opportunity as an advantage of  cost, quality, flexibility and innovation. The main result was that small companies that act in networks are reactive to the market and their main strategy is survival, not growth. It is quite relevant to know that entrepreneurs are aware of the opportunities of the market, but their strategies are more to survive than to seize opportunities before their competitors. With this, this study advances in the area of ​​knowledge since it elucidates that only the fact of associating in network does not guarantee success for small companies. This result opens the way for new researchers to seek to understand what prevents small businesses operating in business networks from developing their strategies aggressively and in pursuit of growth.

Autores

  • Renato Lima dos Santos
  • Natanael Camilo da costa
  • Marcus Vinícius Oliveira Braga
  • Júnior Cleber Alves Paiva
  • Fabio Herrera Fernandes
  • Rafael Luis da Silva