Visualizações

12

O ENSINO DE GENÉTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA E PRODUÇÃO DE MODELOS DIDÁTICOS

Esta pesquisa teve como objetivo realizar uma revisão bibliográfica sobre o ensino de genética no Brasil, destacando os aspectos conceituais e evolutivos bem como produzir modelos didáticos inovadores para as aulas teóricas e/ou práticas do conteúdo de Genética no ensino médio, disponibilizados para o uso nas aulas de Genética, tornando-as mais agradáveis, e possibilitando a ampliação da aprendizagem e rendimento nesta área do conhecimento. Teve uma abordagem bibliográfica com produção de material didático. O levantamento dos dados pautou-se na pesquisa bibliográfica, em livros e portais de periódicos que contemplaram publicações referentes ao tema objeto deste estudo, no contexto nacional e local. A construção dos modelos didáticos pode ser considerada ferramenta eficaz na articulação método-conteúdo e constitui processo representativo, com a utilização do desenvolvimento de modelos tridimensionais em biscuit. Esses modelos são recursos acessíveis que aumentam a compreensão dos temas de Genética, reduzindo o nível de abstração, através da aprendizagem tátil. A pesquisa como resultado demonstra que a utilização dos modelos com biscuit são importantes estratégias motivadoras, tornando as aulas mais participativas entre alunos e professor e, assim, contribui de forma efetiva para a aprendizagem de conceitos relacionados à Genética entre muitas outras habilidades, com ganhos significativos no processo de ensino e aprendizagem.

O ENSINO DE GENÉTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA E PRODUÇÃO DE MODELOS DIDÁTICOS

DOI: 10.22533/at.ed.0232022094

Palavras chave: Educação. Ensino Médio. Genética. Modelos Didáticos.

Keywords: Education. High school. Genetics. Didactic Models.

Abstract:

This research aimed to carry out a bibliographic review on the teaching of genetics in Brazil, highlighting the conceptual and evolutionary aspects as well as producing innovative didactic models for the theoretical and/or practical classes of genetics content in high school, made available for use in Genetics classes, making them more enjoyable, and enabling the expansion of learning and performance in this area of ​​knowledge. It had a bibliographic approach with the production of didactic material. The survey of data was based on bibliographic research, books and portals of journals that included publications related to the subject matter of this study, in the national and local context. The construction of didactic models can be considered an effective tool in the method-content articulation and constitutes a representative process, with the use of the development of three-dimensional models in biscuit. These models are accessible resources that increase the understanding of genetics themes, reducing the level of abstraction, through tactile learning. Research as a result shows that the use of biscuit models is important

Autores

  • Francisco Pires Pereira
  • Maria de Fátima Veras Araújo