Visualizações

2

Percepção Discente Acerca dos Conteúdos de Genética e Meios de Informação

Buscar novas estratégias e metodologias para o ambiente escolar que possibilite uma abordagem em linguagem acessível e atrativa aos estudantes o estudo da genética é de grande relevância. O objetivo deste estudo foi realizar um diagnóstico preliminar entre alunos iniciantes da 3ª série do ensino médio de uma escola pública estadual em Bacabal-MA quanto ao grau de interesse, afinidade e nível de conhecimento prévio em relação a conteúdos de genética e identificar os principais meios de comunicação acessíveis aos alunos que contribuem para informação acerca da temática a fim de subsidiar o planejamento docente. Realizou-se uma pesquisa investigativa e descritiva, com coletas de dados, numa escola pública de Ensino Médio em Bacabal-MA, por meio de aplicações de questionário nas 3 turmas de 3ª série do ensino médio no início do ano de 2018. Os resultados obtidos demonstraram que a população em estudo é homogênea e apresenta satisfatório nível de interesse pela biologia e genética, embora julgue apresentar nível de conhecimento mediano em biologia. Os meios de comunicação indicados que mais contribuem acerca da informação em relação à Genética foram à internet e os livros. Verificou-se ainda que 81,55% dos estudantes das três turmas desconhecem o que é a terapia gênica e 60,19% nunca ouviram falar no projeto genoma humano. Já em relação aos demais conteúdos investigados: clonagem, células tronco, paternidade, transgênicos e grupo sanguíneo, observou-se que a consolidação desses conhecimentos ainda não foi o suficiente, pois a frequência de alunos que julgam “lembrar bem” de determinado assunto foi menor que a frequência de alunos que “já ouviram falar”. Estudos preliminares como este são importantes para nortear o planejamento docente, uma vez que apontam falhas no conhecimento prévio e sugerem ao professor formas de abordagem que são interessantes e estão ao alcance dos alunos.

Percepção Discente Acerca dos Conteúdos de Genética e Meios de Informação

DOI: 10.22533/at.ed.0232022095

Palavras chave: Conhecimento; Ensino; Genética; Meio de Comunicação.

Keywords: Knowledge; Teaching; Genetics; Media.

Abstract:

Searching for new strategies and methodologies for the school environment that allows an approach in accessible and attractive language to students, the study of genetics is of great relevance. The objective of this study was to carry out a preliminary diagnosis among beginning students of the 3rd grade of high school in a state public school in Bacabal-MA regarding the degree of interest, affinity and level of prior knowledge in relation to genetics content and to identify the main means of communication accessible to students who contribute to information about the theme in order to support teaching planning. An investigative and descriptive research was carried out, with data collections, in a public high school in Bacabal-MA, through questionnaire applications in the 3 classes of 3rd grade of high school in the beginning of 2018. The results obtained demonstrated that the study population is homogeneous and has a satisfactory level of interest in biology and genetics, although they believe they have an average level of knowledge in biology. The indicated means of communication that most contribute about information in relation to Genetics were the internet and books. It was also found that 81.55% of students in the three classes are unaware of what gene therapy is and 60.19% have never heard of the human genome project. In relation to the other contents investigated: cloning, stem cells, paternity, transgenics and blood group, it was observed that the consolidation of this knowledge was still not enough, because the frequency of students who think they “remember well” of a certain subject was lower that the frequency of students who “have heard”. Preliminary studies like this are important to guide teaching planning, since they point out flaws in previous knowledge and suggest ways of approach that are interesting and available to students.

Autores

  • Antonio Marcos Nogueira Sodré
  • Michelle Mara de Oliveira Lima
  • Maria do Socorro de Brito Lopes
  • Francisco Soares Santos Filho
  • Pedro Marcos de Almeida
  • Francielle Alline Martins