Visualizações

18

O ENSINO POR INVESTIGAÇÃO E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

A pesquisa fundamenta-se em uma concepção emancipatória de educação, por meio da análise documental e revisão da literatura, busca-se compreender criticamente algumas características presentes no Currículo da Cidade da Rede Municipal de São Paulo, os fundamentos da Agenda 2030 e os objetivos do desenvolvimento sustentável (ODS). Uma compreensão mais adequada no modo como o currículo se faz presente na Educação Infantil pode auxiliar o desenvolvimento de práticas inovadoras e ressignificar as questões ambientais. A questão norteadora é estabelecer uma relação entre o currículo prescrito e o vivenciado no cotidiano da educação infantil e a partir dos registros das professoras durante as reuniões de formação identificar boas situações de aprendizagens que favoreçam a construção do conhecimento em Educação Ambiental. Sendo assim, destaca-se como objetivos de pesquisa investigar, a partir dos registros, o projeto “Animais Silvestres”, refletindo se os saberes e práticas desenvolvidos na educação infantil dialogam com a concepção crítica e propicia a formação de sujeitos ecológicos transformadores de sua realidade. A pesquisa foi desenvolvida com uma abordagem qualitativa e por meio de análise documental e revisão da literatura em uma escola municipal de educação infantil (EMEI), na cidade de São Paulo, que atende crianças na faixa etária de 4 a 5 anos. Destaca-se na discussão evidências da formação de sujeitos ecológicos a partir de práticas pedagógicas transformadoras.

O ENSINO POR INVESTIGAÇÃO E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

DOI: 10.22533/at.ed.4632005081

Palavras chave: Movimento Curricular. Educação Ambiental Crítica. Infância

Keywords: Curricular Movement. Critical Environmental Education. Childhood

Abstract:

The research is based on an emancipatory conception of education, through documental analysis and literature review, it seeks to critically understand some characteristics present in the City of São Paulo's Municipal Curriculum, the fundamentals of Agenda 2030 and the objectives of the sustainable development (SDG). A more adequate understanding of how the curriculum is present in Early Childhood Education can help the development of innovative practices and give new meaning to environmental issues. The guiding question is to establish a relationship between the prescribed curriculum and what is experienced in the day-to-day education of children and from the teachers' records during the training meetings, to identify good learning situations that favor the construction of knowledge in Environmental Education. Therefore, the research objectives of investigating, from the records, the “Animals of the Zoo” project stand out, reflecting whether the knowledge and practices developed in early childhood education dialogue with the critical conception and provide the formation of ecological subjects that transform their reality . The research was developed with a qualitative approach and through documentary analysis and literature review in a municipal school for early childhood education (EMEI), in the city of São Paulo, which serves children aged 4 to 5 years. The discussion highlights evidence of the formation of ecological subjects based on transformative pedagogical practices.

Autores

  • Flávia Grecco Resende
  • Denise Regina da Costa Aguiar