Visualizações

39

EFICÁCIA DE ÁLCOOL GEL COMO ANTIMICROBIANO DE SUPERFÍCIES INERTES

O álcool é um composto comumente utilizado em instituições de saúde e estabelecimentos comerciais para realização de procedimentos de antissepsia tanto dos seus materiais como das suas superfícies que podem estar contaminadas por microrganismos. Portanto, este estudo tem por objetivo testar a eficácia do álcool gel na assepsia de superfícies. Foram utilizadas três marcas de álcool em gel. As amostras foram divididas aleatoriamente em quatro grupos correspondendo o grupo 1 ao controle (sem desinfecção) e grupos 2 a 4 referentes as diferentes marcas de álcool gel. Para os grupos 2 a 4 foi observado o efeito do álcool frente ao tempo de desinfecção obedecendo à ordem de cinco (T5), dez (T10) e quinze (T15) minutos após a desinfecção. As amostras coletadas foram colocadas em molde estéril. As semeaduras foram realizadas utilizando placas de petri com agar nutriente e plate count agar para teste de crescimento de bactérias e placas de petri contento agar sabouraud acrescido de cloranphenicol (100 µl) para isolamento de fungos. Após 24 horas foi analisado o crescimento bacteriano e de 7 a 10 dias as análises para fungos foram realizadas. Foi observado diminuição acentuado do número de colônias bacterianas dos grupos 2, 3 e 4 em relação ao grupo 1, principalmente nos tempos T0, T5 e T10. Em todos os grupos foi observado crescimento fúngico independentemente dos tempos testados para desinfecção do álcool gel. Conclui-se que o álcool gel apresenta eficácia na antissepsia das superfícies por um curto período e apenas no controle bacteriológico, pois não apresentou eficácia na eliminação dos fungos.

EFICÁCIA DE ÁLCOOL GEL COMO ANTIMICROBIANO DE SUPERFÍCIES INERTES

DOI: 10.22533/at.ed.4352001077

Palavras chave: Antissepsia, Agentes de Controle de Microrganismos, Álcool gel.

Keywords: Antisepsis, Microorganism Control Agents, Alcohol gel.

Abstract:

Alcohol is a compound commonly used in health facilities and commercial establishments to perform antisepsis procedures on both their materials and their surfaces that may be contaminated by microorganisms. Therefore, this study aims for to test the efficacy of alcohol gel in the asepsis of surfaces. Three brands of alcohol in gel were used. The samples were randomly divided into four groups corresponding to group 1 to control (without disinfection) and groups 2 to 4 referring to the different brands of alcohol gel. For groups 2 to 4, the effect of the alcohol against the disinfection time was observed obeying the order of five (T5), ten (T10) and fifteen (T15) minutes after disinfection. The collected samples were placed in a sterile mold. Seeds were harvested using petri dishes with nutrient agar and plate count agar for bacterial growth test and petrel plates containing sabouraud agar plus chloranphenicol (100 μl) for fungal isolation. After 24 hours the bacterial growth was analyzed and from 7 to 10 days the analyzes for fungi were performed. A marked decrease in the number of bacterial colonies of groups 2, 3 and 4 was observed in relation to group 1, mainly in times T0, T5 and T10. Fungal growth was observed in all groups regardless of the times tested for gel alcohol disinfection. It is concluded that alcohol gel showed efficacy in the antisepsis of the surfaces for a short period of time and only in the bacteriological control, since it did not present efficacy in the elimination of fungi.

Autores

  • Cristiane Coimbra de Paula
  • Fabrício Caram Vieira
  • João Pedro Castoldo Passos
  • Caroline Aquino Vieira de Lamare
  • Walkiria Shimoya-Bittencourt