A IMPORTÂNCIA DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR DA SAÚDE NO ACOMPANHAMENTO DO PACIENTE CHAGÁSICO

A doença de Chagas (DC), endêmica no Brasil, é causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi e está relacionada ao subdesenvolvimento e à deficientes sistemas sanitários e acomete cerca de 8 a 10 milhões de pessoas no mundo, todavia esses dados podem representar uma subnotificação. Nesse contexto, a DC é considerada um problema de saúde pública de acordo com dados epidemiológicos: 4.706 óbitos em 2009 no Brasil segundo o Plano Nacional de Saúde. Diante disso, compreender a fisiopatologia da DC é fundamental para o estabelecimento de uma abordagem multidisciplinar no atendimento do paciente para que seja possível alcançar qualidade de vida. Assim, o objetivo desse trabalho é apresentar o papel de uma equipe multidisciplinar e a repercussão desse atendimento, bem como verificar os estudos relacionados à inclusão do paciente chagásico SciELO e PubMed (NCBI), além de dados do Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Sociedade Brasileira de Cardiologia e suas regionais e da Fundação Oswaldo Cruz. Tais pacientes devem ser cuidados de forma individualizada sob visão de suas peculiaridades e de modo integral pela equipe multidisciplinar. Essa ideia é abordada desde os anos 90 e está inclusa nos princípios de atendimento do Sistema Único de Saúde. Portanto, ao conhecer sua própria comorbidade e adequar-se as mudanças nos hábitos associado à adesão do tratamento holístico/integral e apoio familiar, implica-se em melhores condições de saúde e de vida.

A IMPORTÂNCIA DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR DA SAÚDE NO ACOMPANHAMENTO DO PACIENTE CHAGÁSICO

DOI: Atena

Palavras chave: Doença de Chagas. Assistência integral à Saúde. Saúde Holística. Equipe de Assistência ao Paciente. Qualidade de vida.

Keywords: Chagas Disease. Comprehensive Health Care. Holistic Health. Patient Care Team. Quality of Life.

Abstract:

Endemic in Brazil, Chagas disease is caused by the protozoan Trypanosoma cruzi. This disease is related to underdevelopment, deficient sanitary systems and affects about 8 to 10 million people worldwide, but these data may represent an underreporting. In this context, Chagas disease is considered a public health problem according to epidemiological data: 4,706 deaths in Brazil in 2009 according to the National Health Plan. Because of this, understand the pathophysiology of CD is fundamental for the establishment of a multidisciplinary approach in the care of the patient to achieve a quality of life. Thus, the objective of this work is to present the role of a multidisciplinary team and the repercussion of its care, as well as to verify the studies related to the inclusion of Chagasic patient in SciELO and PubMed (NCBI) databases, besides data from the Ministry of Health of Brazil, World Health Organization, Federal University of Rio Grande do Sul, Brazilian Society of Cardiology and its regionals and Oswaldo Cruz Foundation. Such patients should be cared for an individualized way under the vision of their peculiarities and in an integral way by the multidisciplinary team. This idea has been addressed since the 1990s and is included in the principles of Health Unic System of Brazil. Therefore, by knowing their own comorbidity and adjusting the changes in habits associated with the adherence to holistic/integral treatment and family support, it implies better health and living conditions.

Autores

  • Gabriela Souto Vieira de Mello