DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DAS LEISHMANIOSES: COMPARAÇÃO ENTRE A CITOMETRIA DE FLUXO E MÉTODOS CONVENCIONAIS

As Leishmanioses compreendem um grupo de doenças negligenciadas causadas por protozoários do gênero Leishmania. O diagnóstico preliminar dessas doenças é baseado nos sintomas e sinais clínicos, amparado por exames laboratoriais. Os testes sorológicos convencionais não permitem de forma precisa a diferenciação de infecções recentes e tardias, o que não possibilita a utilização como critério de cura, além disso, podem apresentar reações cruzadas com outros tripanossomatídeos, limitando assim a especificidade. Nesse contexto, este capítulo fez uma descrição da literatura das ferramentas que são utilizadas no diagnóstico das leishmanioses e comparou experimentalmente o desempenho da citometria de fluxo, ELISA e IFI em diagnosticar pacientes com LTA antes, 1, 2 e 5 anos após o tratamento com Glucantime®. A partir do que foi observado acredita-se que a citometria de fluxo seja uma ferramenta promissora para o diagnóstico das Leishmanioses, uma vez que foi positiva na presença da doença e que diante dos dados apresentados, este teste pode contribuir como uma técnica mais sensível e específica.

DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DAS LEISHMANIOSES: COMPARAÇÃO ENTRE A CITOMETRIA DE FLUXO E MÉTODOS CONVENCIONAIS

DOI: Atena

Palavras chave: Leishmanioses, Citometria de Fluxo, Diagnóstico Sorológico.

Keywords: Leishmaniasis; flow cytometry; serological diagnosis

Abstract:

Leishmaniasis comprises a group of neglected diseases caused by protozoans of the genus Leishmania. The preliminary diagnosis of these diseases is based on symptoms and clinical signs, supported by laboratory tests. Conventional serological tests are not able to accurately differentiate recent from late infections, which does not allow their use as a cure criterion. In addition, they may cross-react with other trypanosomatids, thus limiting specificity. In this context, the present chapter described the tools which are used in the diagnosis of leishmaniasis and compared the performances of flow cytometry, ELISA and IFA in diagnosing patients with ACL before, 1, 2 and 5 years after treatment with Glucantime ®. Thus, it is believed that flow cytometry is a promising tool for the diagnosis of Leishmaniasis, since it was positive in the presence of the disease and that based on the presented data, this test can contribute as a more sensitive and specific tool.

Autores

  • Beatriz Coutinho de Oliveira