Visualizações

9

SCREENING DE FUNGOS FILAMENTOSOS VOLTADO PARA A PRODUÇÃO DE ENZIMAS

O território brasileiro apresenta uma ampla biodiversidade biológica, especialmente de fungos filamentosos, microrganismos cujo potencial para pesquisas biotecnológicas é enorme pois são excelentes produtores de enzimas. Dentre elas, podemos destacar as pectinases, que são enzimas que degradam pectina, componente da parede celular de vegetais. Indústrias como as alimentícias, têxteis, de papel, de biocombustíveis etc. precisam degradar a pectina da matéria prima de seus produtos, porém o alto custo de produção de enzimas pectinolíticas é o maior obstáculo para a comercialização das mesmas, portanto a substituição de métodos tradicionais de produção, por fungos filamentosos pode aumentar a eficiência de produção da enzimas, bem como diminuir seus custos. Além da alta taxa de produção enzimática dos fungos filamentosos, estes organismos podem se utilizar de resíduos agroindustriais como fonte de carbono para seu crescimento. No presente artigo foram selecionados fungos filamentosos bons produtores de pectinases e seu meio de cultivo foi otimizado utilizando-se resíduos agroindustriais como fonte de carbono, visando uma alta produção de pectinases de forma sustentável e a baixo custo.

SCREENING DE FUNGOS FILAMENTOSOS VOLTADO PARA A PRODUÇÃO DE ENZIMAS

DOI: 10.22533/at.ed.61920020716

Palavras chave: Bioprospecção, fungos filamentosos, pectinases, Aspergillus, enzimas.

Keywords: Bioprospection, filamentous fungi, pectinases, Aspergillus, enzyme

Abstract:

Brazilian territory has a wide biological biodiversity, especially of filamentous fungi, microorganisms whose potential for biotechnologial researches is huge, beacuse they are excellent enzyme producers. Among them, there are pectinases, which degrades pectin, a vegetable cell wall component. Food, textiles, paper and biofuels industries, for exemple, need to degrade pectin from row materials of their products, however, the high cost of pectinase production is the biggest obstacle to their commercialization, therefore the replacement of traditional methods by filamentous fungi, to produce pectinolytic enzymes, can be more efficient and reduce its cost. In addition to the high rate of filamentous fungi enzyme prodution, these organisms can use agro-industrial wastes as carbon source for their grownth. In this article, filamentous fungi, good pectinase producers, were selected and their culture medium was optimizated using agro-industrial wastes, aiming the highest and sustainably pectinase production, with a low cost.    

Autores

  • Inaiá Ramos Aguiar
  • Mônica Stropa Ferreira-Nozawa