LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA: CARACTERIZAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA E MOLECULAR DAS ESPÉCIES DE LEISHMANIA PREVALENTES NA REGIÃO DE SAÚDE DE PORTO NACIONAL - TOCANTINS, BRASIL, 2011-2015

A leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é uma zoonose de afecção comum em regiões tropicais e subtropicais, causada por várias espécies de leishmania. Objetivou-se determinar o perfil epidemiológico e identificar a espécie de leishmania mais prevalente na Região de Saúde de Porto Nacional – Tocantins. Foi realizado um estudo retrospectivo e descritivo com base nos dados notificados e cadastrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), no período de 2011 a 2015. Para a caracterização molecular da leishmania foi aplicada a técnica PCR-RFLP utilizando amostras provenientes da extração de DNA de lâminas positivas de exame parasitológico direto do raspado da lesão. Foram notificados 182 casos de LTA na região de saúde de Porto Nacional-TO, que é composta por 13 municípios. Houve predominância de casos em indivíduos habitantes da área urbana, do sexo masculino, de raça parda, baixa escolaridade e faixa etária entre 20 e 59 anos. A forma clínica predominante foi a cutânea, sendo diagnosticada principalmente por método laboratorial. A terapia convencional, Antimonial Pentavalente, para tratamento apresenta eficácia na resolução da afecção. A espécie de leishmania prevalente na região foi a Leishmania (Viannia) braziliensis. Caracterizar a espécie de Leishmania spp. em um âmbito regional é fundamental para traçar metas e condutas de controle e prevenção apropriadas, minimizando o número de casos e os quadros de resistência ao tratamento, recidivas e evolução para a forma mucosa visto que algumas espécies apresentam respostas diferentes ao esquema terapêutico convencional.

LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA: CARACTERIZAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA E MOLECULAR DAS ESPÉCIES DE LEISHMANIA PREVALENTES NA REGIÃO DE SAÚDE DE PORTO NACIONAL - TOCANTINS, BRASIL, 2011-2015

DOI: Atena

Palavras chave: Úlcera de Bauru. Doenças Tropicais Negligenciadas. Dermatopatias parasitárias.

Keywords: Bauru ulcer. Neglected Diseases. Parasitic Skin Diseases

Abstract:

American Cutaneous Leishmaniasis (ACL) is a zoonosis of common affection in tropical and subtropical regions, caused by several species of leishmania. The objective was to determine the epidemiological profile and to identify the most prevalent species of leishmania in the Health Region of Porto Nacional - Tocantins. A retrospective and descriptive study was carried out based on the data reported and registered in the Notification of Injury Information System (SINAN), from 2011 to 2015. For the molecular characterization of leishmania the PCR-RFLP technique was applied using samples from DNA extraction from positive parasites directly from the scraping of the lesion. 182 cases of LTA were reported in the health area of Porto Nacional-TO, which is composed of 13 municipalities. There was a predominance of cases in urban dwellers, male, brown, low schooling and age group between 20 and 59 years old. The predominant clinical form was cutaneous, being diagnosed mainly by laboratory method. Conventional therapy, Pentavalent Antimony, for treatment has efficacy in the resolution of the condition. The species of leishmania prevalent in the region was Leishmania (Viannia) braziliensis. Characterizing the species of Leishmania spp. at a regional level is fundamental to establish proper control and prevention goals and conducts, minimizing the number of cases and the resistance to treatment, relapse and evolution to the mucosal form, since some species present different responses to the conventional therapeutic scheme.

Autores

  • Joandson dos Santos Souza