A PLURALIDADE CULTURAL ENSINADA NO CURRÍCULO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA REFLEXÃO SOBRE A FORMAÇÃO DA CRIANÇA NO AMAZONAS

Cabe à escola contribuir com uma formação cidadã ao trazer para o âmbito do processo de ensino e aprendizagem as questões históricas e culturais que fazem parte da vida contemporânea. No Brasil, as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica (2013) determinam sobre a importância que tem a viabilização efetiva no currículo de uma formação comprometida com a valorização das diferenças, respeito aos direitos humanos, individuais e coletivos e suas manifestações na pluralidade e na diversidade cultural existente no país. Mas, como se sabe, este é um dos maiores desafios formativos a ser assumido e garantido pela escola do presente, posto que o Brasil é um país que se caracteriza pela pluralidade de culturas, não sendo fácil instituir na escola uma formação para uma convivência sem preconceitos e discriminações, e ainda, resguardando-se os direitos sociais duramente conquistados em meio a tanta diversidade. Esta pesquisa teve como objetivo principal, refletir sobre o tema acima mencionado, discutindose aspectos de sua integração e inclusão n currículo escolar em ação diariamente, bem como refletir sobre a relevância desta inclusão para a formação da identidade regional do préadolescente do Ensino Fundamental, anos finais, a partir do 6º ano de estudo. Os principais procedimentos utilizados para a coleta de dados foram observação direta e consulta documental. A análise e interpretação dos dados se apoiaram nos princípios do método de interpretação de sentidos na perspectiva da corrente fenomenológica. Os resultados evidenciam inúmeras contradições e desafios envolvendo assimilação de teorias e realização de práticas e desafios a respeito do tema Pluralidade Cultural. Aprender sobre a cultura em que vive, é fundamental para a formação do cidadão como sujeito individual e coletivo,  ensinar sobre a pluralidade de culturas que se misturam no território brasileiro, e no contexto regional deve fazer parte cotidiana do currículo escolar. 

A PLURALIDADE CULTURAL ENSINADA NO CURRÍCULO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA REFLEXÃO SOBRE A FORMAÇÃO DA CRIANÇA NO AMAZONAS

DOI: 10.22533/at.ed.27620130213

Palavras chave: 1. Educação e Estado – Brasil. 2. Educação – Aspectos sociais. 3. Educação – Inclusão social. I. Monteiro, Solange Aparecida de Souza.

Keywords: School Curriculum. Cultural Plurality. Basic Education. Elementary School

Abstract:

It is the school’s responsability to contribute to citizen formation and to focus on the teaching and learning process related to historical and cultural issues, which are part of contemporary life. In Brazil, the National Curriculum Guidelines for Basic Education (2013) determine the importance of effective and viable curriculum for a commited education, that appreciates differences, respects human, individual and collective rights and their plural manifestations in the cultural diversity. But, as it’s known, this is one of the biggest formative challenges in the current school, since Brazil is a country that is characterized by the plurality of cultures, and it is not easy to institute a formation for coexistence without prejudice and discrimination, as well as safeguarding the hard-won social rights in the midst of such diversity. This research had as its main purpose to reflect on the plurality theme, discussing aspects of its integration and inclusion in the school curriculum on a daily basis aplication, as well as to reflect on the relevance of this inclusion to regional identity formation of the pre-adolescent elementary school, final years, and from the 6th year of study. The main procedures used for data collection were direct observation and documentary consultation. The analysis and interpretation were based on the principles of sense interpretation method from the phenomenological perspective. The results show numerous contradictions and challenges involving assimilation of theories and realization of practices and challenges regarding the theme Cultural Plurality. Learning about the culture in which they live is fundamental for the formation of the citizen as an individual and collective subject, teaching about the plurality of cultures that mix in the Brazilian territory, and in the regional context should be part of the daily school curriculum.

Autores

  • Bernardina Barbosa da Silva Martins
  • Maria de Jesus Campos de Souza Belém