A OSTERFEST DA CIDADE DE POMERODE: UM PATRIMÔNIO CULTURAL COMO ESPAÇO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ARTES VISUAIS DA FURB NA MODALIDADE PARFOR

O trabalho apresentado intenciona relatar a experiência desenvolvida no Estágio em Espaços Culturais do Curso de Artes Visuais, modalidade PARFOR (Plano Nacional de Formação de Professores) da Universidade Regional de Blumenau – FURB, realizado no primeiro semestre de 2018, desenvolvida na Fundação Cultural de Pomerode, Santa Catarina. O estágio teve como espaço a Osterfest da cidade de Pomerode, edição 2018 , seu objetivo foi mostrar o trabalho da artista Silvana Pujol e a compreensão da “Osterfest” .O evento que acontece anualmente, em princípio era somente uma feira de artesanato de Páscoa, no entanto, se transformou em uma manifestação cultural genuína de origem alemã. Tomou proporções para além da festa quase doméstica. A tradição local de montar a Árvore de Páscoa, a Osterbaum, juntou-se a tradição de um artesanato com características específicas comercializado na Feira de Páscoa, aOsterfest, e assim se solidifica o que atualmente consiste numa referência nacional em termos de festa de Páscoa no Brasil, a Osterfest. O surgimento da primeira Osterbaum que impulsionou o desenvolvimento da Osterfest tem como fundamento principal as lembranças da infância de pessoas que viveram do contexto cultural da descendência alemã. Registros históricos mostram que as omas (avós) e os opas (avôs), no domingo de Páscoa, montavam em suas residências as árvores enfeitadas com cascas de ovos pintados, para celebrar uma passagem religiosa. E assim, a tradição prosperava. Neste contexto surge a arte de Silvana Pujol (uma artesã que faz arte), cujo trabalho se enquadra conforme a Base Conceitual do Artesanato Brasileiro na categoria de artesanato arte. Silvana em suas produções pinta ovos, desde os de avestruz até ovos de lagartixa, mesclando desenhos infantis com a técnica de ourives transformando-os assim em pequenas telas. Silvana se torna uma referência na produção de ovos decorativos essencialmente autorais e passa a fazer parte da festa expondo e comercializando o objeto de desejo de apreciadores de peças de artesanato (ou arte?) exclusivo e carregado de significados. Neste contexto o trabalho se propunha a compreender a “Osterfest” (festa da cultura popular alemã que celebra a Páscoa) como um bem patrimonial de uma cidade e a referência  de artes visuais inserida no contexto do evento. Como resultados parciais tem-se os registros imagéticos da poética de Silvana Pujol e revisão bibliográfica sobre o objeto de pesquisa . A conclusão desse processo terá continuidade no segundo semestre de 2018, e tem como meta para a próxima etapa, produzir conhecimento em forma de material educativo. Material que será destinado para a Educação Básica, de forma que através das aulas de Artes possa ser compreendido como um bem cultural da região do Vale do Itajaí.

A OSTERFEST DA CIDADE DE POMERODE: UM PATRIMÔNIO CULTURAL COMO ESPAÇO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ARTES VISUAIS DA FURB NA MODALIDADE PARFOR

DOI: 10.22533/at.ed.27620130212

Palavras chave: 1. Educação e Estado – Brasil. 2. Educação – Aspectos sociais. 3. Educação – Inclusão social. I. Monteiro, Solange Aparecida de Souza.

Keywords: Atena

Abstract:

Atena 

Autores

  • Adriana schoeffer
  • Lilian Veronica Souza
  • Nildasia santos de oliveira Maske
  • Nildasia Santos de Oliveira Maske