Visualizações

107

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE PLANTAS DE USO POPULAR NO BRASIL: CAMOMILA (MATRICARIA CHAMOMILLA), ERVA DOCE (PIMPINELLA ANISUM) E JUCÁ (CAESALPINIA FERREA)

O uso de plantas para fins medicinais é uma prática generalizada no país, sendo a diarréia uma das patologias tratadas pelos métodos tradicionais. No Brasil, a diarréia é a segunda principal causa de morte infantil. O objetivo deste trabalho foi verificar a atividade antimicrobiana e a Concentração Inibitória Mínima de Camomila (Matricaria chamomilla), capim-doce (Pimpinella anisum) e jucá (Caesalpinia ferrea) em E. coli e Salmonella spp. Este é um estudo experimental de laboratório. Os extratos utilizados foram etanólicos com teste de extrato puro e diluições (1: 1, 1: 2, 1: 4, 1: 8, 1:10 e 1:16). Controles negativos e positivos foram realizados. A avaliação da atividade antimicrobiana ocorreu pela técnica de difusão em ágar Mueller Hinton. Após verificação das placas por 24h e 48h, não foi observada atividade antimicrobiana para nenhum dos extratos testados, em nenhuma das concentrações testadas. A atividade antimicrobiana das plantas analisadas apresenta grande divergência na literatura, com estudos mostrando atividade antimicrobiana e ausência de atividade antimicrobiana. Para realizar estudos futuros, recomenda-se modificar a metodologia utilizada, com menor temperatura de secagem e utilizar um método para verificar as porcentagens dos princípios ativos das plantas, antes e após o processo de extração.

ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DE PLANTAS DE USO POPULAR NO BRASIL: CAMOMILA (MATRICARIA CHAMOMILLA), ERVA DOCE (PIMPINELLA ANISUM) E JUCÁ (CAESALPINIA FERREA)

DOI: 10.22533/at.ed.2311915048

Palavras chave: Plantas medicinais. Matricaria chamomilla. Pimpinella anisum. Caesalpinia ferrea. Extratos vegetais. E. coli. Salmonella

Keywords: Medicinal plants. Matricaria chamomilla. Pimpinella anisum. Caesalpinia ferrea. Plant extracts. E. coli. Salmonella

Abstract:

The use of plants for medicinal purposes is a widespread practice in the country, with diarrhea being one of the pathologies treated by traditional methods. In Brazil, diarrhea is the second leading cause of child death. The objective of this work was to verify the antimicrobial activity and Minimum Inhibitory Concentration of Chamomile (Matricaria chamomilla), sweet grass (Pimpinella anisum) and jucá (Caesalpinia ferrea) on E. coli and Salmonella spp. This is an experimental laboratory study. The extracts used were ethanolic with pure extract test and dilutions (1: 1, 1: 2, 1: 4, 1: 8, 1:10 and 1:16). Negative and positive controls were performed. The evaluation of the antimicrobial activity occurred by the diffusion technique in Mueller Hinton agar. After checking the plates for 24h and 48h, no antimicrobial activity was observed for any of the extracts tested, in any of the concentrations tested. The antimicrobial activity of the analyzed plants presents a great divergence in the literature, with studies showing both antimicrobial activity and absence of antimicrobial activity. In order to carry out future studies, it is recommended to modify the methodology used, with a lower drying temperature and to use a method to verify the percentages of the active principles of the plants, before and after the extraction process.

Autores

  • Carina Assis Lima Da Silva
  • Carolina Azevedo Amaral
  • Caroline Mendes Santos
  • Daniela Soares Leite
  • Daniela Soares Leite
  • Joyce dos Santos Brasil