Visualizações

7

REGISTROS DE Ageneiosus ucayalensis (CASTELNAU, 1855), (OSTEICHTHYES: AUCHENIPTERIDAE), NO MUNICÍPIO DE VIANA, ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL

Viana é um município brasileiro localizado na microrregião da Baixada Maranhese, estado do Maranhão. A espécie Ageneiosus ucayalensis é comumente conhecida como mandubé, sendo um peixe de água doce da Ordem Siluriformes e comumente capturado na baixada maranhense. Os exemplares foram capturados por meio de arrastos com redes de tamanhos de malhas número 05, 06, 08, 09 e 10, em duas localidades do município, o Rio Maracu e o Lago de Viana, entre os meses de setembro de 2014 e agosto de 2015. Foram capturados 71 indivíduos ao longo da pesquisa. No Lago de Viana foram capturados 42 e no Rio Maracu 29 exemplares. No mês de dezembro foi obtido o maior número de exemplares, no total foram 23 espécimes, seguidos de março (13) e fevereiro (12). A distribuição da frequência relativa dos espécimes por classes de Comprimento Total mostrou que o número de indivíduos foi maior no intervalo de classe que compreende 12 a 14 cm. A média de tamanhos foi de 14,07 cm. Atualmente é crescente a preocupação pela preservação destes ecossistemas e de suas espécies, uma vez que, servem de alimentos para comunidades ribeirinhas. Este trabalho, em conjunto com outros estudos sobre a espécie Ageneiosus ucayalensis poderão delinear ações seguras no uso sustentável dos recursos hídricos da região.

REGISTROS DE Ageneiosus ucayalensis (CASTELNAU, 1855), (OSTEICHTHYES: AUCHENIPTERIDAE), NO MUNICÍPIO DE VIANA, ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL

DOI: 10.22533/at.ed.27219290317

Palavras chave: Água doce, bagre, Baixada Maranhense, mandubé.

Keywords: Baixada Maranhense, Fresh water, catfish, mandubé.

Abstract:

Viana is a municipality located in the micro region of Maranhão Lowlands, state of Maranhão. The Ageneiosus ucayalensis species is commonly known as mandubé, it is a freshwater fish of Siluriformes Order and commonly captured in the Baixada Maranhense. The specimens were captured by trawls with mesh sizes nets numbers 05, 06, 08, 09 and 10,  in two localities of the municipality, Rio Maracu and Lago de Viana, between September 2014 and August 2015. A total of 71 individuals were captured throughout the study. In the Lake of Viana were captured 42 and in the River Maracu 29 individuals. In the month of December the largest number of specimens was obtained, in total there were 23 specimens, followed by March (13) and February (12). The distribution of the relative frequency of specimens by Total Length classes showed that the number of individuals was highest in the range of class comprising 12 to 14 cm. The average size was 14.07 cm. Currently, there is a growing concern for the preservation of these ecosystems and their species, since they serve food for riverside communities. This work, together with other studies on Ageneiosus ucayalensis species may delineate safe actions in the sustainable use of water resources in the region.

Autores

  • Alline Vieira Coelho
  • Clenilde Alves de Oliveira
  • JAILZA FREITAS
  • Marina Bezerra Figueiredo
  • Zafira da Silva de Almeida