O Ambiente Virtual de Aprendizagem na Formação de Professores

As tecnologias de informação e comunicação promovem a socialização
do conhecimento, auxiliando na expansão do ensino superior no país, inclusive no
Estado de São Paulo, com destaque para as iniciativas da UNESP. Entre elas, o
curso de Pedagogia semipresencial, ofertado de 2010 a 2013, aos professores em
exercício do estado do São Paulo sem formação superior em Pedagogia. Este livro
se origina de uma pesquisa de mestrado cujo objetivo foi analisar a percepção de
alunos e tutores sobre o uso do ambiente virtual de aprendizagem desse curso;
para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva-analítica cuja fonte de dados foram
os questionários aplicados pela instituição à primeira turma do curso. Os dados
revelaram uma percepção bastante positiva dos respondentes sobre o aspecto em
questão, embora os tutores tenham apontado que as potencialidades da plataforma
não foram totalmente aproveitadas e a interatividade entre os usuários na plataforma
ainda não atingiu um grau que os tutores considerassem excelente. Além disso, os
orientadores de turma apresentaram percepções neutras sobre o uso da plataforma
para orientação de estágio e de trabalho de conclusão de curso. A problematização
desses aspectos se encontra em um campo ainda maior que se refere aos indicadores
considerados ao avaliar e ofertar um curso a distância ou semipresencial, que ainda
não estão claramente definidos e incitam a reflexão sobre o processo educacional e
o papel das instituições de ensino.

O Ambiente Virtual de Aprendizagem na Formação de Professores

DOI: 10.22533/at.ed.482190611

ISBN: 978-85-7247-748-2

Palavras chave: 1. Ensino auxiliado por computador. 2. Ensino à distância. 3.Professores – Formação. 4. Tecnologia educacional.

Ano: 2019

Autores

Artigos